27.6.17

Juntas de Sul e Manhouce
PS E PSD "MARCAM PASSO"
Daniel Martins e Vítor Figueiredo

Sul está para Vítor Figueiredo como Manhouce para Daniel Martins: uma enorme "entaladela". Candidatos não têm aparecido, mas as soluções poderão vir já a caminho.

O PS poderá repetir em Sul Conceição Barros, a candidata das últimas autárquicas. O resultado do confronto com Pedro Maurício não foi famoso e até agora não se antevia a repetição da candidatura. No entanto, e segundo se fala, terá recentemente passado a exercer funções profissionais em entidade próxima da Câmara Municipal. O que poderá ser sinal de que vai haver pressão para a recandidatura.

O outro sinal vem de Manhouce e para o PSD. Custódio Barbosa foi o segundo da lista nas últimas autárquicas. A mudança de residência de São Pedro do Sul para Manhouce, ocorrida nos últimos dias, poderá não ser inocente e significar que a candidatura poderá vir a caminho.

Duas situações típicas de, não havendo certezas... "Nunca se sabe!"

25.6.17

Junta de São Martinho das Moitas
PRESIDENTE ENFRENTA 
ESTREANTE DE PESO
José Martins e Gil Almeida

José Martins, Presidente da União das Freguesias de São Martinho das Moitas e Covas do Rio, prepara-se para completar o primeiro mandato. É um dos sete presidentes que avança de novo numa das catorze juntas do concelho e um dos três socialistas que apresenta recandidatura - as restantes são do PSD.

Gil Almeida candidata-se pela primeira vez. Cada qual é oriundo de um dos dois maiores aglomerados da União das Freguesias. José Martins de Sequeiros e Gil Almeida da Rompecilha. Ambas com peso determinante.

Uma luta interessante, de resultado imprevisível!

19.6.17

Junta de Freguesia de Carvalhais
PSD "A CANTAR DESDE 1974"
José Carlos Almeida e Emanuel Martins Pereira

Na Junta de Carvalhais o PSD canta há 40 anos. Quase há tantos como o Azeite Galo. Caso raro, senão único, de uma junta de freguesia que, desde a revolução, nunca saiu das mãos do mesmo partido. E, com toda a probabilidade, ainda não será desta. 

José Carlos Almeida parte para o último mandato confiante no histórico. Juntou a Carvalhais a freguesia do Candal e ganhou peso. Não em votos ou território, mas em ventoinhas e receita. Emanuel Martins Pereira é a aposta do PS para o resultado possível. A tradição pode já não ser o que era, mas ainda tem muita força por estas bandas.

Muito mais quando o PSD volta a dar à freguesia a hipótese de ter o Presidente da Câmara!

[ Actualizado ]

15.6.17

Lista PS à Câmara Municipal 
CENÁRIO 4-3 DEIXA VÍTOR FIGUEIREDO
COM "O MENINO NOS BRAÇOS"
Francisco Matos e Nuno Almeida

Nuno Almeida aceitou integrar a lista de Vítor Figueiredo às próximas eleições autárquicas não para dar o nome, mas porque terá sido convencido da possibilidade do quinto da lista vir a integrar o próximo executivo. É voz corrente que o actual vereador Francisco Matos estaria disposto a ceder a Nuno Almeida o seu lugar em regime de permanência, passando a integrar o executivo como vereador de reuniões.

Tudo isto encaixava como um puzzle na perspectiva de uma vitória esmagadora que atribuisse cinco vereadores ao PS e dois ao PSD. Para tanto, seria necessário reduzir o PSD a três mil votos, o que é de todo improvável.

Afastado aquele cenário, para Nuno Almeida chegar a vereador, objectivo original com apoios mesmo dentro do executivo, Vítor Figueiredo terá de convencer Francisco Matos a tomar uma de duas atitudes: ficar de fora da corrida ou, em alternativa, ser eleito e de seguida demitir-se. É que Teresa Sobrinho preenche a quota feminina (terceiro) e Pedro Mouro só sairia se lugares mais altos se "alevantassem", o que não é provável.

Resta Francisco Matos. Até que ponto resistirá à mudança, como dizem os americanos, é resposta que vale um milhão de dólares.

14.6.17

Junta de Freguesia de Valadares
PS NO FEMININO
EM MISSÃO QUASE IMPOSSÍVEL
Pedro Soares e Clara Vasconcelos
Pedro Soares é Presidente da Junta de Freguesia de Valadares e foi eleito duas vezes por uma lista de independentes. Candidata-se agora pelo PSD, partido que lidera no concelho de São Pedro do Sul há algum tempo. Clara Vasconcelos é candidata pelo PS e poderá vir a ser nestas eleições a única mulher a candidatar-se à presidência de uma junta neste concelho. Mas nem por isso vai ter a vida facilitada.

O actual Presidente conseguiu recolher nas últimas eleições quatro votos em cada seis, numa das freguesias do concelho com mais peso eleitoral. No entanto, o facto de se ter candidatado como independente nas últimas eleições, e desta vez liderar uma lista partidária, poderá condicionar o resultado. Mas, ainda assim, nunca a vitória. Essa estará garantida à partida, fazendo fé no histórico recente.

Se bem que, em política, os impossíveis são cada vez mais possíveis...

12.6.17

Junta de Freguesia de Serrazes
ANTIGO PRESIDENTE
APOSTA NO REGRESSO
José Fernandes e Armando Pereira

José Fernandes (PSD) e Armando Pereira (PS) vão defrontar-se nas próximas autárquicas de Outubro num combate que não se afigura fácil a nenhum dos dois. Serrazes é uma freguesia com peso eleitoral e grande equilíbrio entre os dois partidos, que se têm alternado ao longo dos anos. 

O candidato do PSD já foi presidente durante alguns mandatos. Saiu sem derrota. Armando Pereira, que é funcionário da Câmara de São Pedro do Sul, é estreante nestas lides políticas. Terá, no entanto, o apoio do actual Presidente de Junta, que não se recandidata.

Será uma luta entre a experiência e a estreia política. A composição das respectivas listas poderá ajudar na contagem final.

9.6.17

Junta de Freguesia de Bordonhos
A LUTA CONTINUA
José Morujão e Artur Cruz

Na luta pela Junta de Freguesia de Bordonhos, José Morujão, actual Presidente (PSD), e Artur Cruz (PS), vão reatar a disputa eleitoral de 2013 e confrontar-se de novo. O candidato socialista já foi Presidente desta freguesia há quase duas décadas e pretende regressar de novo, após a tentativa falhada nas últimas eleições.

Em 2013, os dois candidatos ficaram separados por duas dezena de votos, uma margem que não permite distracções ao actual Presidente. Bordonhos é das freguesias mais pequenas do concelho e, por isso, todo o voto pode fazer a diferença. Mas, tal como sucede em outras freguesias, quem está no poder tem sempre meios de conquista eleitoral, que escapa à oposição, limitada que está às promessas. E, por isso, parte sempre com alguma vantagem, sendo verdade também que a contagem é sempre e só a final.

7.6.17

Segundos Outdoors de campanha em quinze dias
VÍTOR FIGUEIREDO ACELERA
NO "POÇO DAS VIRTUDES"

Ainda faltam quatro meses para as eleições autárquicas de Outubro, mas Vítor Figueiredo já acelera a fundo e não vai em poupanças na propaganda eleitoral. Os principais locais da cidade há duas semanas que vêm sendo estrategicamente ocupados com outdoors avantajados, onde sobressai sempre a figura imponente do líder, variando apenas a descrição das suas incontáveis virtudes. 

"Rigoroso", "honesto", "sempre presente", são alguns dos atributos com que a si se enaltece e ao povo divulga, em outdoors à medida da virtuosa grandiosidade. Só para início de campanha, que a procissão ainda nem saiu do adro.

Aguarda-se com curiosidade a resposta de Daniel Martins. Mas a seguir o mesmo caminho, e se demora, vai ter de puxar muito pela imaginação para encontrar locais disponíveis e, sobretudo... adjectivos alternativos!

5.6.17

PS com quatro baixas assumidas
DOS 14 PRESIDENTES DE JUNTA
SÓ METADE SE RECANDIDATA

O Partido Socialista irá recandidatar os Presidentes de Junta de Manhouce, São Martinho e Figueiredo de Alva. Carlos Laranjeira, José Martins e Vítor Loureiro são candidatos já assumidos na próxima corrida autárquica. De fora ficam quatro Presidentes que, no entanto, se podiam recandidatar: Paulino Almeida (São Pedro do Sul), José Mota (Pinho), Manuel Mamouros (Pindelo dos Milagres) e Eduardo Silva (Serrazes). As razões não são conhecidas, mas não deixa de ser surpreendente, até pelo facto de se encontrarem todos no primeiro mandato.

No PSD, em Santa Cruz da Trapa, Luís Teixeira, actual Presidente, já anunciou que não se irá recandidatar. Em São Félix, António Oliveira ficará de fora pela limitação de mandatos. Certos na corrida estão já Pedro Soares (Valadares), Pedro Maurício (Sul), José Morujão (Bordonhos) e José Carlos Almeida (Carvalhais).  

Sete recandidaturas a outras tantas freguesias que poderão ditar a continuação dos actuais Presidentes.

Nas restantes há que baralhar e dar de novo. O destaque vai para São Pedro do Sul, que agrega Baiões e Várzea e onde se concentra mais de um terço da população do concelho.

2.6.17

Passeios "à la carte"
POR TERRA, POR AR OU POR MAR

Em ano eleitoral não há que poupar em passeios. O eleitorado merece e o povo agradece. Vítor Figueiredo levou por terra 900 munícipes a Fátima e à Nazaré. Por uma questão de fé. Só adultos, porque as crianças não votam e os jovens já têm passeios escolares. Nada de original. 

E foi a pensar na inovação que o Presidente da Junta de Carvalhais, José Carlos Almeida, decidiu voar no tempo e colocar-se mais à frente. Se o Presidente da Câmara passeia os munícipes por terra, porque não passear os fregueses por ar. Se bem o pensou melhor o fez: Porto - Lisboa, ida e volta, sem paragem para almoço. Só para 20, devidamente sorteados, porque as verbas andam curtas. Mais rápido, mais cómodo e muito mais longe. Na visão e nos quilómetros.

Mas não vai ficar sem resposta. O anunciado passeio de Vítor Figueiredo no mês de Setembro promete arrasar. Nem por terra, nem por ar, mas um cruzeiro pelo mar. Com ida... e volta antes de Outubro!

31.5.17

PS e PSD fecham listas nas freguesias
VÍTOR FIGUEIREDO "ENCALHA" EM SUL
DANIEL MARTINS EM MANHOUCE
Carlos Laranjeira e José Pedro Maurício

Carlos Laranjeira e Zé Pedro são Presidentes de Junta que não dão "borlas" aos adversários nas respectivas freguesias de Manhouce e de Sul. Nas restantes, PS e PSD têm as listas fechadas, ou praticamente fechadas, mas a azáfama nestas duas freguesias promete durar.

Em Manhouce, o PSD há algum tempo que partiu à descoberta de um corajoso que enfrente o actual Presidente, mas até agora sem sucesso. O investimento da Câmara em Carlos Laranjeira teve especial destaque e por isso o PSD não vai ter vida fácil.

Em pé de igualdade está o PS em Sul. Zé Pedro governou por sua conta e risco, aparentemente com a bênção de Vítor Figueiredo, mas os benefícios políticos reverteram para o primeiro. O candidato teima em não aparecer. Os socialistas que o queriam ser,  o PS não os quis; os que o PS queria, até agora não aceitaram.

Em ambas as situações, venha quem vier, e alguém há-de vir, arrisca um destino que parece já traçado: ser enfiado directamente no bolso do respectivo Presidente...

28.5.17

JOÃO HEITOR É O CANDIDATO DO PS
À JUNTA DE SÃO PEDRO DO SUL
Associação Cultural da Ponte foi a rampa de lançamento


A Associação Cultural da Ponte promoveu um jantar convívio com a apresentação do candidato do PS à Junta de Freguesia de São Pedro do Sul. João Heitor irá substituir como candidato o actual Presidente Paulino Almeida, o qual há muito anunciou que não se recandidataria ao cargo nestas autárquicas. 

Na foto publicada pela Associação é notório o destaque dado ao candidato socialista, que ocupa lado a lado com Vítor Figueiredo a cabeceira da mesa. 

Ao retirar-se das lides autárquicas, o actual Presidente, Paulino Almeida, abriu espaço para uma disputa mais equilibrada desta Junta, que comporta ainda as freguesias de Várzea e Baiões.

É aguardada com curiosidade a resposta do PSD, que há largos anos ocupa neste órgão as cadeiras da oposição.

25.5.17

Daniel Martins apresenta-se à Lafões e à Lusa [AQUI]
Vítor Figueiredo dá-lhe as boas-vindas

24.5.17

ANUNCIADOS OS CANDIDATOS, 
É A HORA DAS LISTAS
Vítor Figueiredo, Francisco Matos, Teresa Sobrinho, Pedro Mouro e Nuno Almeida

O anúncio, em 2016, da recandidatura do actual Presidente socialista à Câmara de São Pedro do Sul arrastou consigo a dos restantes elementos socialistas do executivo. Para quinto da lista, o PS  "pescou" o número dois do movimento independente das últimas autárquicas, Nuno Almeida. Um lugar que é um meio termo entre encher a lista e a expectativa de uma grande vitória. O resto pouco conta e, por isso, o processo ficou aparentemente fechado.

Mas só aparentemente. Não falta no interior do partido quem reclame por um refrescamento da lista. E a solução foi transportada para a porta. Cumprindo os requisitos de quarto, a Nuno Almeida bastava subir um degrau. Mas nem sempre o que é matematicamente simples se torna politicamente fácil.

Para a Assembleia Municipal também não restam grandes surpresas: Vítor Barros há muito foi anunciado como cabeça de lista pelo PS. João Carlos Gralheiro será cabeça de lista pela CDU e António Carlos Figueiredo é quase certo que será o cabeça de lista pelo PSD.


23.5.17

Ex-PSD e Ex-PS em confronto
LÍDER SOCIAL DEMOCRATA 
DIZ-SE SATISFEITO COM A TROCA 
Daniel Martins e Vítor Figueiredo

Pedro Soares, líder da concelhia do PSD, apresentou na LAFÕES a candidatura de Daniel Martins à Câmara de São Pedro do Sul. Questionado sobre a "precedência" socialista de Daniel Martins invocou a "precedência" social-democrata do actual Presidente, para reivindicar ganhos com a troca. 
A escolha de Daniel Martins terá sido aprovada na noite passada, em reunião da comissão política, e terá contado com os Presidentes de Junta PSD. Mas não é crível que a decisão não tivesse sido tomada há já algum tempo. 
Não são ainda audíveis as ondas de choque internas. Muito menos as dos socialistas, que terão sido surpreendidos com a escolha. 

22.5.17

DANIEL MARTINS É O CANDIDATO DO PSD À CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DO SUL...

Vítor Figueiredo, Daniel Martins e João Pinheiro

...juntando-se assim na corrida autárquica a Vítor Figueiredo, candidato do PS, e a João Pinheiro, candidato da CDU!


3.7.15

E JÁ LÁ VÃO 11 ANOS...

Faz hoje 11 anos que tudo começou: 5 078 posts e mais de 800 000 page views. É tempo de merecidas férias, até já!...
DISCURSO DIRECTO
(29/06/2015 a 03/07/2015)

1.7.15

Líder parlamentar do PSD na Assembleia Municipal de São Pedro do Sul deverá abandonar as funções
ESTER VARGAS NOMEADA CONSELHEIRA DIPLOMÁTICA
NA EMBAIXADA PORTUGUESA NA SUÍÇA
 


A ex-Presidente da Assembleia Municipal de São Pedro do Sul, e actual líder parlamentar da oposição PSD, que desempenha as funções de deputada na Assembleia da República, deverá abandonar brevemente ambas as funções. Não é crível que venha a integrar as listas de deputados nas próximas eleições legislativas, já que o desempenho de ambos os cargos é incompatível.

Ester Vargas foi nomeada conselheira diplomática para a área social, na Embaixada Portuguesa em Berna, na Suíça. A nomeação conhecida no dia de hoje está a provocar polémica nas redes sociais e já levantou críticas na bancada do Partido Socialista na Assembleia da República. Há também quem veja nesta nomeação o "dedo omnipotente" de Vítor Figueiredo. Tratando-se da líder de uma oposição já de si tão reduzida, ter-se-á oferecido para pagar o bilhete de comboio... só de ida.

Assim como assim... Quanto mais longe melhor!

29.6.15

Número de condecorações do 29 de Junho em São Pedro do Sul transformam 10 de Junho em cerimónia de pobres
MIL EUROS DE MEDALHAS
PARA 70 FUNCIONÁRIOS
São mais de setenta os funcionários camarários que vão ser condecorados na cerimónia promovida  pelo executivo sampedrense para comemorar o dia do Município. O critério baseia-se no velho princípio militar: "a antiguidade é um posto". Neste caso, e só por si, é um mérito... digno de medalha.

Com a recuperação financeira prevista para o próximo ano, Vítor Figueiredo poderá investir dois mil Euros em medalhas duplicando as condecorações no 29 de Junho de 2016. Se prosseguir o mesmo ritmo, atingirá em 2017 o pleno dos funcionários. Por mera coincidência.

É a prova provada de que quem honra a honra ao mérito, pode recuperar em 3 anos... muitas décadas de atraso!

21.6.15

Sucesso do passeio a Peniche entusiasma Presidente da Câmara de São Pedro do Sul
O PRÓXIMO É EM VIANA
...COM TUDO PAGO!
 

Foram doze os autocarros que partiram na passada Quarta-feira da avenida Jorge Jesus até Peniche. A bordo mais de 600 idosos, alguns até já reformados, mas todos com mais de sessenta anos e direito a voto. Excepção feita, não ao voto, mas à idade, a motoristas, padres, jornalistas, Presidente da Câmara, de Junta e Vereadores que integraram a comitiva.

A passagem por Fátima foi por uma questão de fé... no passeio do próximo ano. E resultou. Durante a viagem de regresso foi agendado, e anunciado pelo Presidente da autarquia, o passeio do próximo ano. Foram 11 as paragens com subidas e descidas de Vítor Figueiredo, que percorreu de sorriso aberto todos os autocarros, um a um, para anunciar a boa nova:
- Para o ano é na Quinta da Malafaia, em Viana do Castelo. Com tudo pago!
Imagina-se o entusiasmo destes idosos de sessenta anos que, sentindo que a borla vai em crescendo, não poupou no estrondo das palmas, apesar da notória dificuldade em mexer as mãos... sobretudo para pegar na carteira.

É que, sendo o próximo ano só véspera de eleições...

...imagine- se o passeio de 2017!

15.6.15

Câmara de São Pedro do Sul prepara 29 de Junho em grande. Homenagens, condecorações e até inauguração de uma nova Avenida
AVENIDA JORGE JESUS VAI LIGAR SEDE DO BENFICA À SEDE DO SPORTING
O prolongamento da Av. Sá Carneiro à EN 227, junto à sede do Sporting, vai ser baptizado a 29 de Junho. Manuel Casais, elemento da bancada do PSD, deu-lhe o primeiro baptismo: Variante do Sporting. Depois foi a vez da líder parlamentar, Ester Vargas, lhe dedicar um apelido mais modesto: o de mini-variante. Finalmente, e por quem de direito, foi decidido atribuir-lhe o nome de um  vulto consensual que, à semelhança do Presidente da edilidade, é mestre em acção psicológica: JORGE JESUS.

E para que se adeque à dimensão do personagem, a Avenida Jorge Jesus irá iniciar na Sá Carneiro junto à sede do Benfica, seguindo em direcção à nova rotunda junto à sede do Sporting. Aí será colocada a estátua do grande mestre, descerrada pelos discípulos em acção psicológica, Vítor Figueiredo e Francisco Matos. A homenagem pretende, ainda, perpetuar a memória dos benfiquistas, respeitando a esperança dos sportinguistas.

Mas as comemorações agendadas pela Câmara de São Pedro do Sul, para o dia 29 de Junho, não se ficam por aqui. Comparado com o 10 de Junho, o cardápio de figuras que vão ser homenageadas, iguala o conjunto de condecorações dos últimos 40 anos. O Presidente do Município prepara-se para condecorar e homenagear artistas variados, entre os quais funcionários camarários, comerciantes, industriais e demais vultos do  Jet Set local. Só não avança ainda com as Comendas, porque a única reconhecida no concelho pertence a um adversário político.

A lista de condecorações ainda não está encerrada. Talvez por isso se tenha instalado por cá o pânico que perseguiu os próprios canídeos nos finais da era monárquica, assim retratado por Almeida Garrett:

- Foge cão, que te fazem Barão! 
- Para onde?... se me fazem Visconde!

11.6.15

Quadro Comunitário de Apoio disponibiliza um milhão e meio de Euros ao Município de São Pedro do Sul
PRIORIDADE À REGENERAÇÃO URBANA DA CIDADE
A Câmara Municipal de São Pedro do Sul elegeu a regeneração urbana da cidade como a grande aposta deste mandato no aproveitamento dos apoios comunitários disponibilizados para o concelho. Um milhão e meio de Euros. Para trás vão ficar obras que eram consideradas emblemáticas no início do mandato, mas que foram saindo do discurso oficial de prioridades. São exemplos o Pólo Industrial de Pindelo dos Milages, a Ciclovia, a recuperação das margens do Vouga entre o Lenteiro do Rio e as Termas, o projecto de alargamento da rede de água e saneamento e, mais recentemente, a requalificação da via de ligação São Pedro - Termas.

A regeneração urbana da cidade, que terá como primeiro objectivo a construção do Parque da Cidade, vai ser o grande emblema do mandato para... 2017. A reconstrução da ETAR do Valgode, em parceria com a Câmara de Vouzela, já tem financiamento próprio, devendo arrancar a tempo de estar concluída em... 2017. A recuperação do Balneário Romano está também assegurada, com início em 2016 e conclusão prevista para meados de... 2017. Que se prevê, vá ser ano em grande.

Melhor dito... em cheio!

8.6.15

Juntas de Sul e Santa Cruz da Trapa vão ter bónus para além das obras
UM MILHÃO DE EUROS... "CASH"!
As prestações mensais vão começar a ser pagas a partir deste mês. Em dez anos, as freguesias de Sul e Santa Cruz da Trapa asseguraram da Câmara de São Pedro do Sul o pagamento de um milhão de Euros em suaves prestações mensais. Tudo por conta do famoso contrato da água, que outras juntas do concelho apelidam de contrato petrolífero. Depois da sorte grande, Pedro Maurício e Luís Teixeira ainda agarraram a terminação.

O rol de obras negociado até ao final do mandato é extenso. Santa Cruz da Trapa negociou obras emblemáticas, como o Pavilhão Multiusos, o Recinto da Feira e outras que ainda vão ser anunciadas. Sul apostou em obras menores, mas em todas as povoações. Pedro Maurício reuniu com as populações antes da assinatura do contrato e entregou a "batata quente" a Vítor Figueiredo,  que já se terá deslocado a algumas delas para avalizar o acordo.

Acresce, ainda, o pagamento de 60 mil Euros anuais para cada uma delas, durante dez anos.

E porquê dez anos?

A resposta é simples. Vítor Figueiredo nunca deixaria encargos para os vindouros. E, por isso,  contas feitas, dos doze anos que espera vir a ser Presidente...

...restam dez!

3.6.15

De 2014 para 2015, São Pedro do Sul perdeu 9 lugares no ranking dos melhores municípios para se viver. Ainda assim, continua a ser um dos melhores do distrito
A INFLUÊNCIA DO PALCO
NA DESCIDA NO RANKING 
Em 2014, o município de São Pedro do Sul atingiu a posição 110, no primeiro estudo da Bloom Consulting sobre os melhores municípios do País para se viver. Em 2015, baixou para a posição 119. Ainda assim, continua em lugar honroso no cômputo do distrito, sendo apenas ultrapassado por Viseu, Mangualde e Lamego, situando-se mesmo à frente de Tondela, que ocupa a posição 120.

O trabalho comporta três vertentes distintas: melhor município para viver, para visitar e para fazer negócios. O melhor índice para São Pedro do Sul é, naturalmente, o que diz respeito ás visitas. A este facto não é alheio o movimento termal, que contribui decisivamente para o posicionamento final. O que o estudo não explica é a razão ou razões pelas quais São Pedro do Sul baixou nove posições no espaço de um ano. E já surgiram algumas teorias, uma delas com algum fundamento: 

Referindo-se o estudo de 2015 a dados de 2014, a colocação nesse ano do palco das festas da cidade atrás de uma árvore obrigou a assistência a trepar por ela, para poder assistir aos espectáculos. Tal facto teve implicações negativas na qualidade de vida dos que por cá habitam, penalizando o município no ranking deste ano. Uma justificação considerada plausível por Vítor Figueiredo, que já terá dado ordens para que o palco regresse ao lugar de origem. Um simples gesto que permite dois benefícios simultâneos de movimentos opostos...

1.6.15

Após prever no Plano de 2015 a rectificação da EN 16 no concelho de Vouzela, a Câmara de São Pedro do Sul vira agora as conquistas para Norte
NINGUÉM PÁRA...
SÃO PEDRO DO SUL 
O sucesso da conquista de território no concelho de Vouzela, através da previsão no plano do município da rectificação de um troço da EN 16 situado naquele concelho (ligação Termas-Vouzela), levou Vítor Figueiredo a voltar-se agora para Norte, preparando-se já para entrar no concelho de Castro Daire. A estratégia é semelhante, mas muito mais arrojada.

O Gafanhão é uma povoação do concelho vizinho de Castro Daire e é atravessada por uma estrada que, sendo municipal, é propriedade do respectivo município. Pertence-lhe, por isso, a responsabilidade pela sua manutenção. Melhor dito... pertencia! Isto porque, aproveitando a necessidade de requalificação daquela via, a Câmara de São Pedro do Sul lançou na página do município um edital assinado pelo seu Presidente, justificando e agradecendo a compreensão da população pelos incómodos da obra de requalificação que vai ser iniciada. Desta feita não se trata apenas do anúncio de previsão de uma obra, como aconteceu com Vouzela, mas o anúncio da própria obra. Esta vertigem conquistadora colocou já os concelhos vizinhos que fazem fronteira com São Pedro do Sul em estado de alerta máximo. 

A fórmula de conquista territorial utilizada por Vítor Figueiredo é já reconhecida nas instâncias internacionais como um exemplo a seguir:

Ao contrário do Estado Islâmico que conquista para destruir, a Câmara de São Pedro do Sul constrói para conquistar.

Faz toda a diferença!